Área de Atuação

                Espaço destinado a apresentar os serviços prestados pelo Escritório, colocando a sua disposição todo suporte para atendê-lo e auxiliá-lo em possíveis dúvidas, contratempos ou processos judiciais.

– Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física:

Elaboramos sua Declaração de IR, também prestando o suporte necessário em casos de Malha Fiscal,  pagamento ou restituição do tributo.

Apuração de Ganhos de Capital (verificação de imposto a pagar em caso de venda de bens imóveis e móveis).

– Juizado Especial Cível (antigo Pequenas Causas)

No referido procedimento cabe o ajuizamento de Ações de menor complexidade que busquem o valor máximo de 40 salários mínimos nacionais. Ações na área do Direito Consumidor (troca de mercadorias, restituição de valores, inscrição indevida em órgão de Proteção ao Crédito, Propaganda Enganosa, cobrança de serviços não contratados, má prestação de serviço,   ), Acidente de Trânsito, Reparação de dano material e moral , Cobrança de Alugueis, etc.

Direito Civil:

Ação de Despejo;

Ação de Indenização por Danos Materiais e Morais;

Rescisão Contratual;

Ações de Direito do Consumidor mais complexas;

– Direito de Família e Sucessões:

Divórcio e Conversão de Separação em Divórcio;

Pensão Alimentícia (execução e ação de alimentos),

Partilhas e Inventários;

Testamentos,

  – Direito Tributário:

Restituição de Tributos indevidamente pagos/retidos;

Atendimento a Notificações de Processos Administrativos;

Tratamento tributário aos Rendimentos pagos cumulativamente.

– Direito Previdenciário (  encaminhamento junto ao  INSS e  Poder Judiciário):

Aposentadoria;

Pensão por morte;

Auxílio Doença;

Salário Maternidade;

LOAS (Benefício Assistencial para Idoso e pessoa com deficiência)

– Parceria com Escritórios de outras localidades para realização de diligências e realização de audiências. 

Anúncios

2 comentários sobre “Área de Atuação

  1. Olá , será que vcs podem me ajudar tenho 2 filhos menores 11 e 6 anos meu ex marido pagou a pensão certinho após adicionar a justiça para que seja feito, porém pagou 35% durante 1 ano e meio no ano 2012.de lá pra cá foi mandando embora com trabalho estável no prazo máximo 3 meses cada empresa sendo dispensado após esses período. Esta desemprego porém fiquei sabendo me abriu uma mercearia na cidade onde mora atualmente. Só que de 2013 até agora paga apenas 200 reais para os 2 filhos somente .fica 3 a 4 meses sem pagar nesses anos a mesma coisa alega que não tem dinheiro e deposita quando quer e quando quer os valores varia de 150.a 200 para sustentar 2 filho . enfim coloquei na justiça de novo recebeu a intimação agora sexta 09/10/15 veio até a cidade onde ocorre o processo pois tinha 3 dias para pagar ou ia preso. Mas ele não pagou os atrasado de 3 meses último e não foi preso.e já voltou para sua cidade natal . perguntei a advg ela simplesmente disse que tem que esperar ele pagar no processo direto mas ela não me explicou e ainda disse que não é papagaio para falar as mesmas coisas.
    Pelo que eu sei a pessoa tem 3 dias p executar os pagamentos se não pagar vai preso.sera que alguém pode me orientar tô perdida obrigada.

    1. Boa noite!
      O prazo de 3 dias é para pagamento ou para que ele justifique o motivo pelo qual não pagou. Pode ser que no seu caso ele tenha justificado o não pagamento, e esta explicação será analisada pelo juiz para que ele decida se entende um justo motivo e afasta a prisão, ou decrete a prisão civil pelo débito alimentar.
      Não foi fixado outro critério de pagamento de alimentos para a situação de desemprego?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s