Vou ter que fazer meu TCC, e agora?

banner autoria

Agora, fique calmo, um passo atrás do outro e mantenha a calma! Como professor universitário e orientador de Trabalhos de Conclusão de Curso sei que há uma dificuldade para os alunos, mesmo aqueles que tiveram um ótimo curso de ‘metodologia científica’ nos primeiros anos da graduação.

Além disso, observo que essa postagem também é útil para quem quer escrever algum artigo científico ou monografia para concursos ou revistas! Quero ajudá-los!

Nas preliminares dessa postagem faço as seguintes considerações!

O primeiro ponto a ser reconhecido pelo aluno é o seguinte: o TCC no Curso de Direito é obrigatório!

O segundo ponto: é preciso se organizar, pois isso facilitará e muito o seu trabalho, é meio caminho andado!

O terceiro ponto é reconhecer que a pesquisa e o trabalho científico serão, depois da faculdade, replicados diariamente nas funções que você exercer na maioria das carreiras jurídicas, ou seja, fique craque nisso agora para fazer de forma brilhante quando for um profissional!

Um juiz se organiza, pesquisa e escreve para decidir; o Ministério Público idem, o Advogado então, diariamente constrói suas teses embasadas em textos, fatos, provas e argumentos! Treine hoje para ter facilidade e sucesso amanhã!

O quarto ponto é ver no TCC a chance do início da sua especialidade na advocacia ou então o início de um estudo aprofundado para seu concurso público desejado! Você poderá colocar no seu currículo qual foi o tema do TCC e isso pode ajudá-lo a conquistar determinada vaga de trabalho após a faculdade, mostrando conhecimento do tema a partir do estudo realizado! No mesmo sentido, aproveite o tempo de elaboração do TCC para estudar para o seu concurso público! Faça dos dois limões uma limonada!

No mérito quero indicar os quatro primeiros passos para organizar e facilitar a elaboração do seu TCC.

Primeiro passo: tenha um bom projeto de pesquisa, focando-se principalmente na verificação inicial da existência de bibliografia para futura pesquisa, organização temática de modo a identificar realmente o tema que você pesquisará (que não pode ser amplo, como “A obrigação de reparar o dano”, e deve ser focada como “A obrigação de reparar o dano moral decorrente da inclusão do CPF nos cadastros de proteção ao crédito”. O tema indica sobre o que se falará no texto! Isso é imprescindível para facilitar sua vida no futuro da elaboração do TCC!

Segundo passo: separe do seu Projeto de Pesquisa a referência bibliográfica e o sumário provisório. Converse com colegas, com seu professor orientador ou com alguém que tenha experiência na elaboração de pesquisas acadêmicas. O professor conhecedor da área poderá te indicar outros livros. O orientador poderá organizar melhor o sumário, mudando tópicos, reordenando títulos etc. Essa calibração é necessária! Deixar tudo pronto antes de começar a escrever o texto, mesmo reconhecendo que depois isso pode ter alguma mudança de percurso! Entenda: não adiante ter pressa se eu não sei onde quero chegar! A preparação é fundamental!

Terceiro passo: regras básicas de ouro!

1 – Não dê nenhum dos passos seguintes sem conferir as preliminares!

Tenha certeza disso! Caso não observou as preliminares ainda, por favor, volte lá e faça o necessário!

2 – Consulte previamente o Manual de Metodologia Científica da sua instituição de ensino.

Se possível, imprima e mantenha consigo o tempo todo de elaboração do trabalho.

Não sabe qual é? Pergunte ao professor orientador e peça uma via! Esse será o seu instrumento de trabalho ao longo da elaboração do texto! É preciso ler ele antes de escrever, para facilitar sua vida depois!

Também há livros que ensinam a elaboração de pesquisas e trabalhos, muito úteis para consultas diárias.

3 – Consulte uma monografia de TCC elaborada no ano anterior ao seu.

Lembra daquele bom aluno que se formou antes de você? Então, vá até a biblioteca e peça para ver o TCC dele! Se possível, faça o empréstimo e leve para casa. Não é preciso ler o trabalho (salvo você se interesse!), mas é fundamental dar uma olhada na estrutura. Veja e compreenda as partes do trabalho. Veja como ele fez as citações ao longo do texto. Perceba como ele utilizou o Manual de Metodologia da sua instituição! Entenda a estrutura da cada capítulo, os espaços, a fonte utilizada, os recuos, o rodapé etc.

Essa olhadela ajudará e muito quando você estiver com os dedos no teclado do seu computador digitando o seu trabalho! Pequenas dúvidas serão afastadas de cara!

4 – Comece elaborando o primeiro capítulo e não a introdução!

Veja a organização dos tópicos no sumário. Separe os livros e textos que usará. Comece a elaborar o primeiro capítulo. Procure seguir as regras de metodologia desde o início (é muito mais complicado escrever e depois querer colocar tudo no esquema, acredite!).

Geralmente as faculdades indicam um número padrão de páginas/laudas por trabalho. Veja isso! Uma monografia não é um mero artigo científico, mas não é uma dissertação de mestrado, nem uma tese de doutorado. Geralmente digo aos meus orientandos que cada trabalho deve ter no mínimo três capítulos, com aproximadamente 10 a 12 páginas cada, além das demais partes do trabalho, como a introdução e a conclusão, com aproximadas 5 a 6 páginas cada, totalizando um trabalho com 48 páginas de texto, no máximo, o que está ótimo para uma monografia de TCC!

Fechou o primeiro capítulo? Faça sua revisão de conteúdo e de forma metodológica e entregue ao seu orientador para corrigir! Espere a devolutiva e, só depois, siga para o próximo capítulo! Assim, o segundo capítulo será feito com a experiência adquirida ao elaborar o primeiro, bem como sem os equívocos que o seu professor orientador já corrigiu! Isso significará maior produtividade e mais eficiência!

Só comece o segundo capítulo quando o primeiro estiver corrigido, conforme as orientações do professor, e um brinco!

A conclusão é escrita logo após fechados os capítulos. A introdução é o último texto. Perceba: você só pode escrever sobre o seu trabalho na introdução quando o trabalho já estiver pronto, certo? Uma introdução sobre aquilo que ainda não existe, certamente, poderá não se adequar ao futuro trabalho!

Por fim, depois dos 4 passos organizados, é importante também observar algumas dicas práticas que serão úteis durante a elaboração e produção dos textos! Essas dicas podem ser úteis para poupar tempo e priorizar a qualidade técnico-científica do trabalho! Então, fique atento!

a)      Antes de escrever o primeiro capítulo escolha se utilizará as citações com o sistema de nota de rodapé ou o sistema de autor e data. Não sabe o que é? Consulte o manual de metodologia ou seu professor! Autor data é mais simples!

b)      É melhor citar vários autores ao longo do capítulo ao invés e usar um único autor como fonte de pesquisa. A monografia supõe pesquisa do tema em vários autores!

c)      Evite quando possível o uso dos livros essencialmente resumidos ou textos de internet, salvo quando você confiar na qualidade dos mesmos. Autores e profissionais de qualidade também publicam na internet (é o caso desse blog não é? risos).

d)     É melhor citar vários autores do que plagiar direta ou indiretamente qualquer autor. Plágio é motivo, dentre outros, de possível reprovação do aluno! Não corra risco desnecessário!

e)      Não cite autores/textos que não usou/consultou pessoalmente. Citação supõe que você leu a fonte, leu o livro! Caso tenha lido em outro livro, a citação de outro autor use a ferramenta de metodologia adequada (exemplo, apud).

f)       Ao final de cada capítulo procure fazer um parágrafo curto, de mais ou menos 5 linhas, resumindo o que foi visto naquele capítulo e indicando o que será visto no próximo (parágrafo de fechamento). Isso mostrará coesão, organização e ligará um capítulo ao outro! O leitor apreciará muito isso!

g)      Não escreva parágrafos longos demais! Use o ponto final, o parágrafo, o ponto e vírgula. Pense no leitor, o texto deve ser de fácil leitura, pausado e organizado!

h)      Use sempre um texto seu para unir duas citações! Não existe trabalho escrito exclusivamente com citações! Portanto, entre uma citação literal e outra, acrescente, no mínimo, um texto seu indicando o que será dito, por qual autor, em que contexto, se contraria ou não a posição citada anteriormente, etc. Essa dica é para costurar as várias citações com passagens suas, próprias de quem elabora!

i)        Quando todos os 3 ou 4 capítulos estiverem prontos use os parágrafos de fechamento (dica acima) para pensar na estrutura da conclusão. Realmente, com eles é possível organizar o texto da sua conclusão em partes específicas antes de começar a escrever. Você não precisará ler ou rever os capítulos para escrever a conclusão e ganhará tempo, mantendo perfeita coesão entre o que foi escrito antes e o texto final!

j)        Um trabalho de monografia rico é aquele que tem uma boa pesquisa científica. Para ampliar o leque de citações e a lista da referência bibliográfica faça o seguinte: veja quais autores o autor do texto que você está lendo cita! Daí, procure o texto destes autores citados, indo direto neles! Se João José cita Maria Bernardete, consulte o João José e também se possível a Maria Bernardete! Essa mesma tática serve para os TCCs de anos anteriores da sua faculdade: ao ler um TCC com o mesmo tema ou tema próximo ao seu, verifique que autores ele usou!

 k)      Ao ler livros e artigos científicos deixe clips, folhas de rascunho, postits, fichas de papelaria e outras ferramentas por perto! Nunca digite um texto como citação no seu trabalho sem ter certeza de anotar os dados científicos para a citação (no mínimo: nome do autor e do livro, página onde foi encontrado o texto). Já pensou no final do trabalho ter que “caçar” onde estava aquele texto que você citou? Daria um trabalhão!

l)        Compre uma pasta e mantenha ali tudo o que está sendo utilizado. Inclusive, no caso de orientações, as fichas, os emails, os encontros realizados. Impressos de artigos, Xerox de livro etc. Tudo num único lugar, assim, quando você achar algo novo para usar saberá onde guardar! Coloque ali e quando estiver escrevendo encontrará rapidamente!

5 – Derradeira observação: uso do Word!

Você conhece bem a ferramenta da Microsoft utilizada para digitar e formatar seu trabalho? Pois é! Isso também é crucial! Paralelamente a tudo o que disse acima é preciso conhecer essa ferramenta. Vale um cursinho, vale um amigo expert, vale treino! Saber usar bem o Word é fundamental!

6 – Fechamento

Caro leitor, esse pequeno artigo não dispensa uma boa e prévia conversa com seu orientador! Cada cabeça uma sentença! O objetivo deste texto é ajudá-lo, dar um norte para que os passos iniciais sejam dados com segurança e de forma produtiva! Mas, converse e troque ideias com seu orientador, certamente, será muito útil!

Espero ter ajudado, de alguma forma!

Grande abraço e sucesso no TCC!

Professor Chacon

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s