A mulher advogada!

Esta semana recebi o convite de Luis Chacon para que escrevesse um post sobre a MULHER ADVOGADA, tendo em vista a proximidade com o dia 08 de março (Dia Internacional da Mulher). Fiquei muito feliz e honrada com o convite e a oportunidade de participar de seu blog: Advocacia Hoje! Muito obrigada!

Porém, a partir do momento que disse “SIM”, senti a responsabilidade de escrever sobre o assunto e me questionei sobre que pontos tratar. Mas encarado o desafio… comecei a escrever!

Acesse a publicação no Blog Advocacia Hoje e veja também as palavras do autor do Blog Advocacia Hoje!

A MULHER ADVOGADA!

A cada ano que passa a presença das mulheres no mercado de trabalho se mostra mais efetiva. Ela atua nos mais diversos campos, inclusive naqueles tradicionalmente ditos exclusivos dos homens.

No Direito não poderia ser diferente, crescendo o número de mulheres que optam por este ramo de atuação.  E neste, se fazem presentes nos Escritórios de Advocacia, no Poder Judiciário, no Ministério Público, nas Delegacias de Polícia, enfim… em todas as carreiras que o Direito possibilita.

Mas focando na ADVOGADA, personagem que reflete a minha experiência profissional, descobri que a primeira advogada surgiu em Roma, Carphania era seu nome. Ela surge como uma profissional que defendia suas causas com empenho e emoção. Percebemos então, que a figura da MULHER ADVOGADA nasce juntamente com o DIREITO.  Nós, mulheres, nos fizemos presentes desde o início, ao contrário do que muitos de nós pensávamos. adv imagem

E como descrever essa profissional do Direito? Alguns afirmam que as mulheres ao advogar atuam e defendem suas causas utilizando não só a razão, mas também a emoção e sensibilidade,  que nos são atribuídas como características muito fortes. Por alguns, visto como um ponto positivo e, por outros, razão de críticas.

Alguns, embora reconheçam esse traço, nos julgam mais fortes, determinadas e capazes de exercer e cumprir as diversas atribuições que se apresentam no nosso dia a dia.

Sinceramente, eu mesma não consigo definir traços específicos e diferenciações entre mulheres e homens advogados. Acredito sim, que cada pessoa tem suas características e sua personalidade, as quais, estas sim, vão refletir na forma de atuação e exercício da profissão.

A verdade é que há espaço para todos que fazem o que amam e que se dedicam a sua profissão, atendendo cada cliente como único e com a atenção merecida.

É claro que até aqui, por questões culturais, a mulher precisou quebrar alguns preconceitos e provar sua capacidade aos que duvidavam. Mas agora cabe a nós atuarmos com responsabilidade e dedicação, desempenhando nosso papel na Sociedade. Assim, nossos atos refletirão não só uma realização pessoal, mas também o agradecimento àquelas mulheres que batalharam pra que hoje tenhamos nosso espaço.

E como não podemos deixar em branco as conquistas até aqui alcançadas, bem como a data de hoje, PARABENIZO A TODAS AS MULHERES, ADVOGADAS OU NÃO, pelo DIA INTERNACIONAL DA MULHER.  SUCESSO E FELICIDADES A TODAS NÓS!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s